Início » BF22 » Apresentação Pública da BF22
a

Apresentação Pública da BF22

Gary Hill, Pierre Coulibeuf e Batia Suter na Bienal de Fotografia de Vila Franca de Xira

Fotografia elevada a novos patamares em concurso e programa curatorial

A 17ª edição do mais antigo evento de fotografia em Portugal inaugura a 12 de novembro de 2022, em Vila Franca de Xira. Mais uma vez esta área técnica e artística é celebrada, quer na vertente de concurso/premiação, quer na vertente de programa curatorial. É esperada uma edição que eleve esta expressão a novos patamares, em sintonia com a sua realidade atual, a nível nacional e internacional.

A apresentação pública da BF22 decorreu na tarde de quinta-feira, 14 de julho, com o Presidente da Câmara Municipal, Fernando Paulo Ferreira, a sublinhar que se espera mais uma edição de grande valorização desta área disciplinar e artística, depois da profunda transformação que o evento teve desde 2016, com a integração de uma programação curatorial, a complementar a vertente de concurso.

David Santos, Diretor do Departamento de Cultura da Câmara Municipal, está confiante que a programação do evento vai novamente reforçar o papel determinante que a Autarquia detém no âmbito da promoção da Fotografia, seja pelos trabalhos selecionados a concurso (sob criteriosos requisitos de um Conselho de Curadores), seja pela programação paralela, marcada por duas exposições com a participação de profissionais nacionais e internacionais que se destacam na área, para além de workshops, debates ou visitas.

Sofia Nunes, representante do Conselho de Curadores que selecionou os trabalhos a concurso, sublinhou a grande adesão verificada, com a receção de 68 candidaturas aos prémios “Bienal”, “Concelho” e “Tauromaquia”. Desses, foram selecionados um total de 11 trabalhos, que vão estar patentes no Celeiro da Patriarcal, em Vila Franca de Xira, até 15 de janeiro de 2023. Oportunamente serão divulgados os vencedores de cada prémio.

Ana Rito, responsável pelo programa curatorial, frisou a grande expectativa que tem com a conjugação de trabalhos de artistas nacionais e internacionais nas duas exposições que estarão patentes na Fábrica das Palavras e no Museu Municipal. Nomes como Gary Hill, Pierre Coulibeuf, Batia Suter, Marcelo Moscheta, Noé Sendas, Henrique Pavão, Manuela Marques, Os Espacialistas & Gonçalo M. Tavares, Rita Castro Neves & Daniel Moreira, Raquel Melgue e Paulo Lisboa marcarão presença com os seus trabalhos.

A curadora enfatizou ainda que a seleção de artistas e trabalhos procurará marcar a história do evento, uma vez que nos mostrará trabalhos de uma fotografia “expandida, cruzada, intermedia e híbrida”, porque conjugada, entre outros, com a Arquitetura, a Escultura ou o Vídeo. Esta programação decorrerá até 26 de fevereiro de 2023.

menu1
menu2
menu3
menu4
menu5